Escolha sua rádio favorita
Rádio on-line!
Canções e Emoções (Em Rede)
Souza
Bombeiros Voluntários de Presidente Getúlio dão dicas para prevenir acidentes com lagartas
Geral | 14/12/2019 08:23 | Assessoria de Comunicação - Bombeiros Voluntários de Presidente Getúlio - Alex de Lima | Fotos:

Durante esta época do ano, e principalmente no verão, é comum a aparição de animais peçonhentos, tanto em áreas urbanas como rurais. Acidentes comuns nesta época ocorrem com as lagartas (taturana, marandová, mandorová, mondrová, ruga, oruga, bicho-peludo) é uma das fases do ciclo biológico de mariposas e borboletas (lepidóptero), pois existe o aumento de atividades ao ar livre como limpeza de terrenos, quintais, trilhas, coincidindo com o período em que há deslocamento dos animais peçonhentos para alimentação e reprodução.

Os acidentes provocados por lagartas, popularmente chamados de “queimaduras”, têm evolução benigna na maioria dos casos. Elas estão geralmente presentes em árvores como Aroeira Vermelha. Estão sempre à procura de alimento, e os acidentes também acontecem quando as pessoas encostam nelas ou passam por baixo dessas árvores.

Em Presidente Getúlio, os Bombeiros Voluntários já atenderam dois casos de acidentes com lagartas no mês de dezembro, onde pessoas em algum tipo de atividade, acabaram encostando nas mesmas, vindo a ocorrer reações.

Os Bombeiros Voluntários de Presidente Getúlio, orientam sobre os cuidados e como agir diante destas situações.

 

O QUE FAZER EM CASO DE ACIDENTE

- Lavar o local da picada com água fria e sabão;

- Levar o indivíduo imediatamente ao serviço de saúde mais próximo para que possa receber o tratamento em tempo oportuno;

- A identificação da lagarta que causou o acidente pode ajudar no diagnóstico. Portanto, se for possível, é recomendado levar a causadora ao serviço de saúde, mas cuidado para não se tornar mais uma vítima.

 

O QUE NÃO FAZER EM CASO DE ACIDENTE

- Não fazer torniquete ou garrote, furar, cortar, queimar, espremer, fazer sucção no local da ferida e nem aplicar folhas, pó de café ou terra sobre ela, para não provocar infecção;

- Não coçar o local;

- Não aplicar qualquer tipo de substância sobre o local da picada, nem fazer curativos que fechem o local, pois podem favorecer a ocorrência de infecções.


COMO PREVENIR ACIDENTES

Ao coletar frutas no pomar, realizar atividades de jardinagem ou em qualquer outra em ambientes silvestres, observar bem o local, troncos, folhas, gravetos antes de manuseá-los, fazendo sempre o uso de luvas para evitar o acidente. A incidência maior de acidentes deve-se ao desmatamento, queimadas, extermínio de predadores naturais, entre outros.

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Publicidade
Rua Curt Hering, 665 - Sala 103 - Centro - Presidente Getúlio - CEP: 89150-000 - 3352-0505 - Fone/Fax: 3352-0505 - E-mail: comercial@radio1079.fm.br
Rádio 107.9 FM, Todos os Direitos Reservados.